banner.swf

  

Presidente do IPPO ensino em e-learning faz parte do presente e do futuro do ensino superior.

Há algum tempo atrás impulsionei o projeto e-politécnico, a implementar em todo o sistema politécnico português, porque acreditei nas suas potencialidades.

Visitei alguns dos melhores projetos internacionais. Fiquei com a certeza de que o e-learning é uma via a seguir.

Requer um esforço adicional dos docentes para o domínio de novas metodologias de aprendizagem e para a adoção de novas técnicas e de novas ferramentas.

Sim é verdade, requer esforço. Mas um esforço com retorno assinalável, não só para o e-learning mas também para a lecionação do regime presencial.

Numa região como aquela em que estamos inseridos, com baixa densidade populacional e muito envelhecida, ainda mais necessitamos de um projeto que anule distâncias e que traga para a região, ainda que virtualmente, muitas pessoas.


    Ignorar categorias de unidades curriculares